shopping mall

Estudo: As principais descobertas do varejo em 2018

No terceiro trimestre de 2018, o crescimento robusto do comércio digital foi impulsionado por aumentos sólidos tanto no gasto do comprador quanto no tráfego. De acordo com dados do último Q3 Shopping Index , os varejistas desfrutaram de uma poderosa taxa de crescimento anual de 17% graças a um aumento de 11% no tráfego digital, juntamente com um aumento de 6% nos gastos do consumidor. Este foi um trimestre estimulante, uma vez que os compradores mostraram níveis recordes de engajamento com as marcas, e os pedidos por dispositivos móveis estavam longe de ultrapassar os computadores.

O Q3 Shopping Index, relatório realizado pela Salesforce, analisa a atividade de mais de 500 milhões de compradores em todo o mundo para identificar tendências e mudanças na atividade de compras. Aqui estão as principais descobertas para ajudá-lo a entender o clima atual do varejo:

1. Compradores mostraram maior intenção de compra em um período que antecede as férias

Em vez de fazer uma pausa nas compras antes da movimentada temporada de festas, os compradores expressaram os mais altos sinais de compra de todos os tempos para um período “pré férias”. A intenção de compra (como pesquisar, adicionar um produto a um carrinho ou iniciar um checkout) aumentou para 22% neste trimestre, um aumento de 21% desde o terceiro trimestre de 2016. Entre computadores, celulares e tablets, todos os canais registraram aumentos constantes no engajamento de compradores, indicando que não existe um canal “fraco”.

2. Celular prestes a dominar todos os pedidos

45% dos compradores fizeram um pedido por meio de seus smartphones, deixando os dispositivos móveis a apenas um ponto percentual de distância dos computadores e dominando os pedidos. Vale enfatizar que os varejistas precisam priorizar suas experiências móveis agora, começando com a remoção do atrito do funil de check-out.

3. A busca no site aumenta, colocando pressão nas estratégias de busca

A pesquisa no site é um componente cada vez mais importante, Na verdade, desde 2016, o uso da pesquisa aumentou em 22%. Mais do que nunca, os compradores estão usando a pesquisa para encontrar exatamente o produto que desejam. No entanto, a contribuição da receita da pesquisa no site permaneceu estável durante esse período. Isso significa que os varejistas devem se concentrar em melhorar suas estratégias de busca, incluindo tornar as pesquisas mais inteligentes, se quiserem otimizar essa forte tendência de engajamento dos compradores.

4. Mídia social desfruta de grandes ganhos

As visitas a sites partindo de plataformas de redes sociais cresceram ligeiramente no terceiro trimestre. No entanto, a diferença na atribuição entre dispositivos é grande - as plataformas sociais geram 7% do tráfego móvel enquanto os computadores vêem menos de 2% das visitas da rede social. A mensagem é clara: o celular é o dispositivo preferido para os compradores que gostam de mídias sociais. Mas a história real para dispositivos móveis é mais profunda do que a parcela geral de tráfego. Social está tendo enormes ganhos no crescimento bruto do tráfego em relação ao ano anterior, com os dispositivos móveis observando um aumento de 46% no tráfego para sites de varejo.

Fonte: Salesforce