TI

2019: Qual será o investimento em TI?

Dados divulgados pela Consultoria Gartner estimam que os gastos mundiais com TI totalizarão US$ 3,8 trilhões em 2019, um aumento de 3,2% em relação aos gastos esperados de US$ 3,7 trilhões em 2018.
John-David Lovelock, vice-presidente da consultoria, afirma que os dados mostram que haverá uma continuidade no modelo de adoção de tecnologia como serviço. “À medida que companhias invistam seus esforços em transformações digitais, a mudança para o ‘pay for use’ vai continuar”.

O software enterprise é o campo que haverá maior crescimento, com 8,3% de aumento nos investimentos. O avanço deste campo está impulsionando o desenvolvimento de quase todos os segmentos de software, principalmente no gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM), devido ao maior foco no fornecimento de melhores experiências aos clientes. Soluções como a da Salesforce ganham destaque.
Seguindo a ordem, a segunda área com maior crescimento deve ser de serviços de TI (4,7%), tornando-se um mercado de mais de US$ 1 trilhão. Uma já esperada desaceleração global na prosperidade econômica, acompanhada de pressões internas para cortar gastos, está impulsionando organizações para otimizar o gasto externo da empresa para serviços comerciais, como consultoria. Em um recente estudo da Gartner, 46% das organizações indicaram que os serviços de TI e a consolidação de fornecedores estavam em suas três principais abordagens de otimização de custos.

Os gastos mundiais com dispositivos - PCs, tablets e celulares - devem crescer 2,4% em 2019, atingindo US$ 706 bilhões, acima dos US $ 689 bilhões em 2018. A demanda por PCs no setor corporativo tem sido forte. “PCs, laptops e tablets atingiram um novo estado de equilíbrio. Atualmente, esses mercados têm demanda estável de consumidores e empresas.” disse Lovelock.

Confira abaixo a tabela de previsão anual de gastos com TI:
gartner
E você: já planejou os gastos com TI em 2019? incluiu o serviço de uma consultoria digital?
Conte conosco para projetos de e-commerce e omnichannel.

Fonte: Gartner