Antes de tudo, vamos esclarecer algumas coisas:

Scrum não é metodologia, PMBOK muito menos. Agile não fará o seu projeto ser entregue na metade do tempo de uma metodologia tradicional e, principalmente, projetos são completamente diferentes uns dos outros.

DrupalCon é o maior evento do meio Drupal, que reúne sua grande comunidade de desenvolvedores do mundo todo, afim de divulgar conteúdos novos e compartilhar experiências nesta tecnologia inovadora.

Realizado pela primeira vez na América do Sul, no mês de fevereiro/2015, em Bogotá – Colômbia, a Itelios teve a grande oportunidade de ser patrocinadora oficial do evento.

Criar emails sofisticados e compatíveis com Gmail, Yahoo e, principalmente, Outlook não é uma tarefa fácil. Quem já teve o trabalho sabe das dificuldades, ainda mais sabendo que a renderização de emails do Outlook é feita pelo Word!
 
Porém a galera do excelente Foundation (Zurb), criou o Ink: um framework CSS Responsivo para Emails!
 

Na Itelios nós seguimos o git-flow, porém, algumas vezes, a etapa de remover o branch acaba sendo esquecida. Para não deixar o git poluído com várias branches, deixo registrado o comando que usei hoje para remover diversas branches remotas usando um filtro de prefixo. Use com cuidado.

git branch -r | awk -F/ '/\/PREFIXO/{print $2}' | xargs -I {} git push origin :{}

Naturalmente, deve-se substituir a palavra PREFIXO da forma desejada.

O View Mode pode ser visto como um formato pré-definido de exibição de um conteúdo. O Drupal 7 possui dois View Modes configurados por padrão: o full node e o teaser. O primeiro é usado na exibição completa do conteúdo, particularmente na página de visualização do node. O segundo, teaser, pode ser entendido como "modo de visualização em chamadas ou destaques". É um modo resumido de se visualizar o conteúdo.

A Abstract Factory é a primeira Design Pattern descrita no popular livro Design Patterns do GoF (gang of Four, os quatro escritores que ficaram famosos pelo catálogo de Design Patterns até hoje mais famoso). Ela faz parte da categoria de Patterns Criacionais, cujo objetivo é a instanciação de objetos. Essa categoria é importante pois ela sustenta o princípio mais importante do livro: "programe para interfaces e não para implementações".